Notícias

Colonoscopia

A colonoscopia é um exame que ajuda na descoberta do câncer de intestino. O intestino grosso é a parte final do tubo digestivo, possui cerca de 1,5m e divide-se em três partes: ceco, cólon e reto. O cólon atravessa quase todo o abdômen e é dividido em quatro partes: cólon ascendente, cólon transverso, cólon descendente e cólon sigmoide. Os pólipos são lesões na superfície interna do tubo digestivo, que crescem em direção ao seu lúmen. Quando se localizam no cólon ou no reto, são conhecidos com pólipos colorretais. Existe mais de um tipo de pólipo, e eles podem ser planos ou elevados, benignos ou cancerosos. Agende uma consulta e fale com um especialista do Aparelho Digestivo em caso de sangramento retal ou sangue nas fezes, o diagnóstico precoce de qualquer doença é o melhor caminha da cura.

Veja Mais

Refluxo

Refluxo é uma condição natural e que pode acontecer com todas as pessoas alguma vez na vida. No entanto, vale lembrar que sua ocorrência significa que há algo errado com o processo natural de digestão, já que se trata do retorno involuntário de conteúdo do estômago para o esôfago e/ou garganta.

Tanto os sintomas como as consequências locais do refluxo estão diretamente relacionadas à presença do ácido clorídrico, secretado no estômago e essencial no processo inicial de digestão para posterior absorção dos nutrientes no esôfago. Por isso, quando a condição acontece, é comum que o paciente sinta uma acidez característica.

Veja Mais

Diagnóstico

Quando os sintomas indicam o diagnóstico de DRGE, o tratamento pode ser iniciado sem a
realização de exames. Os exames geralmente são reservados a situações em que o diagnóstico
não está claro, quando o tratamento não controla os sintomas ou quando os sintomas estão
presentes há bastante tempo.

Veja Mais

DRGE, Sintomas e Complicações

Sintomas
A pirose (uma sensação de queimação atrás do esterno) é o sintoma mais evidente de refluxo
gastroesofágico. A pirose pode ser acompanhada de regurgitação, na qual o conteúdo gástrico
atinge a boca. Se o conteúdo do estômago alcançar a boca, pode causar dor de garganta,
rouquidão, tosse ou uma sensação de nó na garganta. Às vezes, o conteúdo do estômago
atinge os pulmões, causando tosse e/ou sibilos.

Veja Mais

Doença de refluxo gastroesofágico

O ácido e as enzimas refluem quando há um funcionamento inadequado do esfíncter esofágico
inferior, o músculo anelar que normalmente impede que o conteúdo gástrico reflua para o
esôfago (esfíncter esofágico inferior). Quando uma pessoa está em pé ou sentada, a gravidade
ajuda a prevenir o refluxo do conteúdo do estômago para o esôfago, o que explica por que o
refluxo pode piorar quando a pessoa afetada está deitada. Também é mais provável que o
refluxo ocorra logo após as refeições, quando o volume e a acidez do conteúdo do estômago
estão mais elevados e o esfíncter é menos propenso a funcionar adequadamente.

Veja Mais