DIETA PARA DOENÇA PÉPTICA – ÚLCERA E GASTRITE

A dieta para a gastrite e úlcera é baseada em alimentos naturais, rica em frutas, vegetais e alimentos integrais, e pobre em produtos industrializados e processados, como salsicha, frituras e refrigerantes.

Essa dieta facilita o processo de digestão, fazendo com que os alimentos passem rapidamente pelo estômago, evitando que o ácido estomacal seja liberado em excesso, causando azia, dor e agravamento da úlcera

Os alimentos permitidos na dieta para gastrite são aqueles de fácil digestão e pobres em gorduras, como:

– Frutas em geral, devendo-se evitar frutas ácidas como limão, laranja e abacaxi, caso apareça refluxo ou dor ao consumir esses alimentos;

– Vegetais em geral, podendo-se utilizar legumes cozidos durante períodos de crise e dor, pois são mais fáceis de digerir;

– Carnes magras, sem gordura, frango e peixes, de preferência assados, grelhados ou cozidos;

– Leite desnatado;

– Iogurte natural integral;

– Grãos integrais, como pão integral, arroz integral e macarrão integral;

– Chás tipo camomila;

– Café descafeinado;

– Queijos brancos, como ricota, minas frescal ou coalho light;

– Temperos naturais, como ervas finas, alho, cebola, salsinha, coentro, mostarda.

Os alimentos proibidos são aqueles de difícil digestão e muito processados, por serem ricos em aditivos e conservantes que irritam o estômago, como:

– Carnes processadas: salsicha, linguiça, bacon, presunto, peito de peru, salame, mortadela;

– Queijos amarelos e processados, como cheddar, catupiry, minas e provolone;

– Molhos prontos;

– Evitar chá verde, mate e preto, ou outros que tenham cafeína;

– Temperos em cubos, caldos de carne e macarrão instantâneo;

– Comida pronta congelada e fast food;

– Bebidas: refrigerantes, sucos prontos, café, chá ver, chá mate, chá preto;

– Bebidas alcoólicas;

– Açúcar e doces em geral;

– Alimentos refinados e frituras, como bolos, pães brancos, salgados, biscoitos;

– Farinhas brancas, como farofa, tapioca e, em alguns casos, cuscuz.

Alimentos ricos em gordura, como carnes gordas, pele de frango, fígado e excesso de peixes gordos, como salmão e atum.

Agende uma consulta e fale com o especialista do Aparelho Digestivo Dr. Mateus Martinelli. Cuide da sua saúde, o diagnóstico precoce e correto de qualquer doença faz toda a diferença e o tratamento é o melhor caminho para a cura. www.aparelhodigestivo.net.br 🍀

Covis-19: Mantenham a higiene e as orientações dos agentes de saúde. Fique em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *