Doenças inflamatórias intestinais (DII)

Muitas pessoas levam bastante tempo para descobrir que têm a doença, o que compromete bastante seu cotidiano – alguns indivíduos precisam ir ao banheiro mais de 10 vezes por dia para evacuar, por exemplo e se não forem tratadas adequadamente, podem desencadear problemas mais graves, como obstrução intestinal, lesões e anemia.

A Retocolite Ulcerativa e a Doença de Crohn são as DII mais comuns. Seus sintomas são similares e ambas são caracterizadas por inflamações no trato gastrointestinal, mas a primeira atinge especialmente o intestino grosso e a segunda pode atingir o sistema digestivo da boca até o ânus. Tais doenças ainda podem comprometer outras partes do corpo e gerar problemas nas articulações, na coluna, na pele, nos olhos e nos rins. Uma vez desencadeadas podem ter duração e intensidades variáveis, com períodos em que os sintomas somem e depois retornam.

Especialistas ainda não sabem explicar com precisão quais são as causas desses males, mas, a ciência já identificou, no entanto, que estão ligados a questões genéticas, fatores externos, alterações imunológicas e a um ambiente propício para o seu desenvolvimento dentro do organismo, relacionado à microbiota do intestino, isto é, ao tipo de micro-organismos que habitam o trato gastrointestinal, o desequilíbrio entre os micro-organismos bons e os ruins é o que favorece este tipo de doença.

O melhor tratamento normalmente envolve medicamentos, combatendo os sintomas e promovendo a remissão do quadroe a estabilidade do paciente.

Agende uma consulta e fale com um especialista do Aparelho Digestivo em caso de efeitos contínuos de diarreia, dores abdominais, náusea e perda de apetite, o diagnóstico precoce e correto de qualquer doença faz toda a diferença e o tratamento é o melhor caminho para a cura. www.aparelhodigestivo.net.br

Muitas pessoas levam bastante tempo para descobrir que têm a doença, o que compromete bastante seu cotidiano – alguns indivíduos precisam ir ao banheiro mais de 10 vezes por dia para evacuar, por exemplo e se não forem tratadas adequadamente, podem desencadear problemas mais graves, como obstrução intestinal, lesões e anemia.

A Retocolite Ulcerativa e a Doença de Crohn são as DII mais comuns. Seus sintomas são similares e ambas são caracterizadas por inflamações no trato gastrointestinal, mas a primeira atinge especialmente o intestino grosso e a segunda pode atingir o sistema digestivo da boca até o ânus. Tais doenças ainda podem comprometer outras partes do corpo e gerar problemas nas articulações, na coluna, na pele, nos olhos e nos rins. Uma vez desencadeadas podem ter duração e intensidades variáveis, com períodos em que os sintomas somem e depois retornam.

Especialistas ainda não sabem explicar com precisão quais são as causas desses males, mas, a ciência já identificou, no entanto, que estão ligados a questões genéticas, fatores externos, alterações imunológicas e a um ambiente propício para o seu desenvolvimento dentro do organismo, relacionado à microbiota do intestino, isto é, ao tipo de micro-organismos que habitam o trato gastrointestinal, o desequilíbrio entre os micro-organismos bons e os ruins é o que favorece este tipo de doença.

O melhor tratamento normalmente envolve medicamentos, combatendo os sintomas e promovendo a remissão do quadroe a estabilidade do paciente.

Agende uma consulta e fale com um especialista do Aparelho Digestivo em caso de efeitos contínuos de diarreia, dores abdominais, náusea e perda de apetite, o diagnóstico precoce e correto de qualquer doença faz toda a diferença e o tratamento é o melhor caminho para a cura. www.aparelhodigestivo.net.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *